quarta-feira, 15 de agosto de 2012

"O amor chegou sorrindo. Sem gritar, sem calar, sem ponto de interrogação. O amor trouxe reticências. Algumas vírgulas. E muitos parágrafos. O amor trouxe novas folhas brancas. E pele, aconchego, abraço. O amor é um abraço apertado. Um beijo na testa. E uma mão firme que te ampara a todo instante. O amor é compreensão, é olho no olho, é promessa que cumpre, é voz que não gagueja, é quietude, segurança." (Clarissa Corrêa)

5 comentários:

Barthes disse...

O amor...
E todas as suas possibilidades intrínsicas...
Com exceção da dor.

Belos versos prosódicos.
O teu espaço é bastante alentador.

Pequena Apaixonada disse...

adorei , queria quem puder entra no meu blog http://piquenapaixonada.blogspot.com.br/

Andréa Alvares disse...

Obrigada, Barthes,obrigada Pequena Apaixonada, seguirei teu blog.

Marisete Zanon disse...

Que lindo!
Amanhã é meu niver e te espero no meu blog para a festa durante todo o dia!
Uma boa noite.
Beijinhos!

Marisete Zanon disse...

Voltei, não resisti vendo o resto do blog..rss. Posso linkar no meu?